foco-no-longo-prazo

Vimos em posts anteriores que muitas vezes nossas crianças se comportam de forma agressiva porque não sabem se comunicar e identificar o que estão sentindo. À medida que vamos ensinando-as a nomear e a demonstrar suas vontades de forma mais efetiva também estamos ensinando a ter auto-controle. Mas… o que é isso?

Essa é uma habilidade que se desenvolve ao longo de toda nossa vida, principalmente no contato com os nossos pais e pessoas relevantes na nossa vida. Ela nos ajuda a seguir regras, entender limites, lidar com sentimentos fortes e nos ajuda a não fazer algo que queremos muito fazer, mas que não é permitido.

Muitas vezes, no nosso convívio diário com crianças com autismo, acabamos deixando elas “passarem dos limites” ou não colocamos regras por acharmos que elas não sabem lidar com seus impulsos de forma apropriada. Algumas vezes pensamos também que elas não têm a capacidade de entender o que é e o que não é aceitável e permitido.

Ainda que muitas vezes pensemos assim, isso não é verdade! Na realidade, é muito importante estabelecer e aplicar regras. Regras apropriadas levam as crianças a saberem o que esperar, se sentindo seguras e no controle da situação – ingredientes super importantes para um desenvolvimento social e emocional saudável.

Mas o que você pode fazer para estabelecer regras e limites à sua criança?

Seja consistente! Consistência com as regras é a chave para ajudar as crianças a fazerem escolhas. Quando as regras mudam o tempo todo é difícil para as crianças a compreenderem que as regras são “de verdade”.

Ajude sua criança com dicas visuais para ela aprender a esperar. Se você quer que sua criança escove os dentes por dois minutos todos os dias depois do almoço, use um cronômetro para que ela possa ver a contagem. Você precisa que ela te espere 10 minutos? Mostre a ela no relógio que ela terá de esperar o ponteiro chegar do 0 ao 10. Isso vai ajudá-la a se sentir mais no controle e capaz de lidar melhor com o esperar.

Procure por padrões de comportamento do seu filho. Às vezes você pode identificar padrões que sinalizem que o seu filho pode se desorganizar. Antecipando essas falhas podemos ajudar a preveni-las. Por exemplo, se você observar o seu filho tem dificuldade em lidar com as mudanças, você pode dar-lhe um aviso um minuto antes do que terá que fazer em seguida.

  Ofereça alternativas. Ajude as crianças a fazerem o que desejam mas de forma aceitável. “Você não pode jogar esses blocos, alguém pode se machucar . Vamos jogar estas almofadas.”  Oferecer alternativas é importante porque muitas crianças ainda não são capazes de identificar as atividades mais apropriadas por conta própria.

De maneira geral, é essencial buscar atividades diárias em que a criança pode praticar o auto-controle. Não precisa ser nada difícil e estruturado. Por exemplo: brincadeiras com troca de turno como rolar a bola no chão um para o outro exige que a criança espere e controle seus impulsos. Dessa forma, vão aprendendo a lidar com seus impulsos de forma mais apropriada e identificando o que é e o que não é aceitável.

Tradução e adaptação: http://www.zerotothree.org/child-development/social-emotional-development/self-control-24-36-months-1.html

FacebookTwitterGoogle+